07 03 Prefeitos Vale Rio TijucasFoto: Mauren Rigo

O secretário da Casa Civil, Douglas Borba, e o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, receberam prefeitos do Vale do Rio Tijucas nesta quinta-feira, 7, para discutir demandas e ações de melhoria do sistema de energia elétrica na região. O encontro aconteceu na Casa Civil, no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Florianópolis.

“Houve pouca capacidade de investimento da Celesc na região do Vale do Rio Tijucas nos últimos anos. Queremos melhorar isso, mas sabemos das dificuldades. Não decidimos onde investir de acordo com os olhos do prefeito e a cor da bandeira de seu partido. O nosso critério para atender os municípios é o nível de emergência de cada problema”, disse Borba.

O prefeito de Nova Trento, Gian Voltolini, que é presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Florianópolis (Granfpolis), explicou que há uma clara necessidade de investimento em energia elétrica. “Quando há muito vento ou chuva, muitos moradores ficam horas e até dias sem luz. Estamos aqui não apenas para cobrar, mas para mostrar disponibilidade, se necessário, de apresentação de documentos que comprovem a situação”, afirmou.

O presidente da Celesc, engenheiro Cleicio Poleto Martins, disse que os primeiros 60 dias de governo foram essenciais para percorrer todas as regiões e conhecer a estrutura e a capacidade da companhia. Segundo ele, a Celesc também está melhorando seus processos de trabalho e trabalhando na modernização do sistema de informação interno para reduzir o tempo de resposta à população.

O engenheiro Renato Borba Rolim, chefe da Agência Regional de Florianópolis, explicou que a solução a longo prazo para a região é a subestação de São João Batista, que custará R$ 15 milhões. “O processo de compra do terreno está bastante avançada. Depois disso, será possível começar a terraplanagem. Se a obra se mantiver dentro do cronograma, será entregue no final do ano que vem. Vocês vão sentir a diferença nos índices de qualidade”, afirmou.

Enquanto isso, a Celesc dá continuidade às ações de curto e médio prazo, como poda de árvores e roçada, que são as principais causas de interrupção de energia elétrica, além do investimento em religadores na rede.

“Será aplicado R$ 1 bilhão em reforço e ampliação do sistema elétrico em 2019 em todo o estado”, disse Martins.

Central de Atendimento

O secretário Borba aproveitou para apresentar o coordenador da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), Silvestre Manuel Ferreira Neto, responsável por receber pedidos das prefeituras a partir da desativação das ADRs. O órgão funciona junto à Casa Civil e será uma ponte direta dos prefeitos com o Governo do Estado.

Além de Voltolini, participaram os prefeitos de São João Batista, Daniel Netto; de Tijucas, Elói Mariano Rocha; de Major Gercino, Valmor Pedro Kammers; de Leoberto Leal, Vitor Norberto Alves. Também esteve presente o presidente da Câmara de Vereadores de Nova Trento, Valdemir Luiz Quaiatto; e o prefeito de Biguaçu, Ramon Wollinger, na condição de vice-presidente da Granfpolis.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: Secretaria de Estado da Casa Civil | Acesso restrito