20.9.17 Governador recebe prêmio ranking de competividade Julio Cavalheiro SECOMGovernador Raimundo Colombo recebeu prêmio em São Paulo (Foto: Julio Cavalheiro/Secom)


Com indicadores sociais e econômicos que são referência nacional, Santa Catarina é o segundo Estado mais competitivo no país, aponta o Ranking de Competitividade dos Estados 2017, divulgado nesta quarta-feira, 20, em São Paulo, em evento com a presença do governador Raimundo Colombo. Santa Catarina venceu ainda o Prêmio Excelência em Competitividade na categoria Destaque Internacional, diante da forte presença do estado no mercado externo.


As duas premiações são realizadas pelo Centro de Liderança Pública (CLP). No ranking geral, o estado tem melhorado a sua posição ano a ano. Em 2011, Santa Catarina ocupou o sétimo lugar; em 2012 e em 2013, ficou em sexto; em 2014, alcançou a quinta posição; e em 2015 e 2016, ficou em terceiro. Neste ano, Santa Catarina subiu uma posição e ultrapassou o Paraná, garantido o segundo lugar geral, atrás apenas de São Paulo.

 

Merece destaque a evolução na pontuação catarinense, passando dos 74,3 em 2016 para 77,2 em 2017, enquanto a média nacional caiu de 50,2 para 47,9. São Paulo segue no topo com 87,8 e o Paraná ficou em terceiro com 71,1. Apenas nove estados apresentaram melhoras em seus resultados nesta edição. Os resultados completos estão disponíveis no site www.rankingdecompetitividade.org.br.


O governador Raimundo Colombo comemorou o bom desempenho obtido por Santa Catarina, destacando a superação catarinense ao longo dos anos, em especial nos últimos anos diante do cenário de crise econômica nacional. “Estamos muito felizes com o resultado. Esse efeito comparativo é muito bom para melhorarmos cada vez mais nosso desempenho. Chegar ao segundo lugar mostra o desenvolvimento do nosso trabalho ao longo dos anos. Estamos comemorando muito. Diante de uma crise tão grande, com tantas dificuldades, esse resultado é uma forma de reconhecer o trabalho e a superação de todos os catarinenses no desenvolvimento do nosso estado”, destacou.

 

Entre os diferentes pilares do estudo, Santa Catarina ficou em primeiro lugar em segurança pública e em sustentabilidade social. Destacou-se ainda com o terceiro lugar em indicadores como infraestrutura, educação, capital humano e inovação. E no pilar potencial de mercado, pulou da 19ª posição para o 10º lugar entre todos os estados. “O crescimento não se dá por um único vetor, mas sim pela soma de múltiplas ações simultâneas. E é isso que está acontecendo em Santa Catarina. O desafio agora é manter o que conquistamos e melhorar cada vez mais”, acrescentou Colombo.


Destaque Internacional
Outra atração do evento é o Prêmio Excelência em Competitividade, que a cada ano contempla diferentes categorias. Neste ano, Santa Catarina venceu Destaque Internacional, batendo o outro finalista, que era o estado de São Paulo. "Temos uma atuação muito forte no cenário externo e vivemos um período de alta nas exportações. Esse é um reconhecimento que fortalece essa posição", avaliou Colombo. Nas demais categorias do prêmio, a Paraíba venceu como Destaque Crescimento e os estados de Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rondônia foram contemplados como Destaque Boas Práticas, por boas iniciativas de gestão. A apresentação dos resultados deste ano ocorreu em cerimônia na sede da B3 (BM&Bovespa e Cetip), em São Paulo. O secretário de Estado da Comunicação de Santa Catarina, João Debiasi, também acompanhou o evento.


O ranking
O Ranking de Competitividade dos Estados é um levantamento feito pelo CLP em parceria com a Tendências Consultoria e a Economist Intelligence Unit. A ferramenta analisa a capacidade competitiva dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal. São analisados 66 indicadores de abrangência nacional separados em dez pilares que servem para balizar os gestores públicos de cada estado para alcançarem a excelência na gestão. Itens como infraestrutura, educação, inovação, potencial de mercado, segurança pública, solidez fiscal, sustentabilidade social e sustentabilidade ambiental compõem o quadro.


Além do ranking de competitividade, o Prêmio Excelência em Competitividade foi criado como forma de reconhecer também os estados com políticas públicas de destaque. O objetivo do prêmio é valorizar exemplos e boas práticas que devem ser replicadas e incentivar uma competição saudável entre os estados brasileiros.

 

Fonte: Secretaria de Estado da Comunicação

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: Secretaria de Estado da Casa Civil | Acesso restrito